Em breve teremos várias novidades aqui no portal: layout reformulado, conteúdo reestruturado... aguardem!


O atual desejo por mais tempo contemplativo acaba por desdobrar várias necessidades, dentre essas a de uma vida mais saudável. Cada vez mais pessoas estão mudando seus hábitos e procurando um estilo de vida mais saudável. É nessa onda de desejo por mudanças que surge a valorização da bicicleta, não só como meio de transporte, mas, delineando escolhas de consumo de moda amplo. Assim, surgem os bikers: pessoas que acreditam na bike como ponto central para mudanças comportamentais, sociais e culturais. Mas antes de falarmos dos bikers, temos que entender quem são eles hoje, já que  eles figuram entre outras categorias de ciclistas.

Entrada da Vulp Bici Café no bairro Bonfim em Porto Alegre

Ciclista esportivo: tal qual o nome já diz, é o ciclista que se dedica ao esporte, participa de competições e geralmente treina aos finais de semana. Vai além da ciclovia e utiliza a rua junto com os carros.

ciclista esportivo p

Usuários de ciclovia: são motivados pelo prazer de andar de bicicleta, conveniência e senso de pertencimento adquirido por pedalar em grupo. Para de deslocar entre os pontos, preferem a ciclovia pela segurança. Não ousam andar entre os carros.

 ciclista na ciclovia

Ciclistas do lazer: utilizam a ciclovia apenas por lazer e não para deslocamento de um ponto a outro, geralmente aos finais de semana, pedalando em família ou com amigos. Preferem a ciclovia especialmente pela segurança.


P 20150907 1545541

 

Ciclistas climáticos: Pedalam sós em dias de clima bom. Não se consideram ciclistas, se chove, ou fica muito frio, não pensam duas vezes em utilizar outro meio de transporte.

estação da cb

E dentre todos esses tipos, existe um em especial que vai além do uso comum da bicicleta como modal esportivo, e de mobilidade urbana - o BIKER.


Biker em ciclovia de Porto Alegre

Bikers são jovens de classe média que se identificam com áreas da indústria criativa - e se consideram criativos, também. Atentos às mudanças da cidade, respeitam as diferenças.  São livres, buscam sempre seguir seus sonhos e projetos de vida e costumam viver sua vida em médio prazo. Preferem frequentar espaços culturais e de coworkings. Tem uma relação muito forte com a vida saudável, não só pelo uso diário da bicicleta, mas por serem assíduos em feiras orgânicas e de comidas caseiras. Costumam ir a anti restaurantes, restaurantes vegetarianos, e/ou, veganos.


Bikers pedalando na rua.
Muitos começam como usuários de ciclovia, e depois de tomar gosto pela mobilidade, passam a se aventurar fora da mesma. Outros, por influência de amigos que utilizam a bicicleta como meio principal de transporte, pessoas que pedalam religiosamente independente do clima estar bom ou ruim. Respeitam as regras de transito e utilizam equipamentos de sinalização. Importante lembrar que as ruas não são 100% seguras pra pedalar, muitos motoristas ainda não respeitam os ciclistas e isso é uma ameaça constante à segurança. Mesmo isso não os impede de pedalar, afinal usar a bicicleta também é uma forma de marcar posicionamento contra essa realidade.

Mais do que meio alternativo de transporte, para o biker a bicicleta faz parte da sua identidade, seu estilo de vida. Através dela, ele faz conexões com pessoas, percebe e aproveita a cidade. Bikers são pessoas livres, e a bicicleta é a representação dessa liberdade.

P 20150914 171155